sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Se você vende seu voto.



Se você vende seu voto: Por barganha, dinheiro, poder ou expectativas escusas, VOCÊ CORROMPEU SEU VOTO.

Se você vendeu seu voto porque fez “alianças” que não aprecia, porque registra o que a banda toca, porque não quer perder a sua funçãozinha gratificada, VOCÊ CORROMPEU O SEU VOTO.  Se trocou sua ideologia por outra, alheia à que te compõe como pessoa, se de alguma maneira decidiu pela “menor perda” para si, e não para a coletividade: Parabéns, você é corrupto, cúmplice do regime idiotizado que não debate ideias, mas sim “os erros uns dos outros”. 

Se você foi as urnas para protestar e vai às urnas sem recordar: Você estará certa e fatidicamente condenando seu voto ao sistema prisional que te mantém em "vida de gado". Com a diferença que os animais são marcados pela absoluta impossibilidade de reagir à "racionalidade" humana.  Se você se repartiu para acompanhar a um partido, você distorceu o conceito de filiação: E corrompeu a ideologia da democracia pluripartidarista. Se, de alguma maneira, senta na sua cadeira e espera “o circo pegar fogo” (literalmente circo) para se posicionar, parabéns: Você está a leiloar seu voto.

Então entenda, Sr. E Sra desse meu país: Se você trocou seu voto por trocados ou outras formas de migalhas: VOCÊ CORROMPEU SEU VOTO. Seu voto, que era terra livre de senhor, virou latifúndio! E os latifúndio são, em sua maioria neste país, esvaziados de produtividade ou proveito, assolados por valores monetários que os mantém “cercados”, fora de contexto e um símbolo do quão corruptível e corrupto esse país se encontra.


Tudo que não parte do processo ideológico de melhoria do nosso Estado e Nação, é CORRUPÇÃO de seu voto.

Agora, por favor: Um minuto de silêncio se você vendeu seu voto (Quem sabe nesse minuto o encontro seja com a sua consciência. Vai que ela faz uma revolução interior e volta). Senão, vá "pastar":  Na idiotice do seu próprio latifúndio.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir