quinta-feira, 15 de setembro de 2016

O Amor!


O amor te pega pelo  braço
Faz pacto com o cruzar de dedos
Enfrenta o escuro com um abraço
Faz calor e espanta os medos...

O amor leva para casa,
Depois de um dia inteiro cansado
Beija espaços sagrados,
Convida a permanecer.

E descobrir o que vem depois do romance:
A primeira briga, a lágrima e o bater de portas
A tarde inteira improdutiva!
E o doce pedido de perdão...

O amor deixa saudades
Mas também conforto
E as setas brilhantes  que na rotatória da vida
Indicam a rota de retorno...

O amor é mais que uma sensação
É força própria e  sentida
Uma rede macia ou uma oração...

Um jeito próprio de ser fé da vida!




* Ao som de.

Para meu casal favorito.
Amor, Jaci.

Nenhum comentário:

Postar um comentário