quinta-feira, 27 de junho de 2013

Tempestades


Tempestades de calor
sobre cobertas
o frio encobre suspiros
e quão doces são...
Coração na tua mão,
Mundo em contramão.

Tempestades de afeto
sobre o olhar
luz que encandeia e faz apaixonar
E teus beijos...multidão!
és meu dia, minha noite,
e minha oração.

Tempestades de ciúmes
estas sim...tão sem sabor
Só teus olhos sem calor
fazendo dor em mim
E porquê, me diz meu bem
As coisas têm que ser assim?...

6 comentários:

  1. Ciúmes não é tão ruim assim, vai! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas tendem a achar que ter ciúmes (pluralzão) é um jeito de manifestar amor. Sei lá, sou mais de cuidados...mas sim, um ou outro ciuminho bobo é bem bonitinho -quando não afeta a confiança e a fé na relação. Os ciuminhos bobos até conseguem ser uma delícia. :)

      Excluir
  2. Respostas
    1. Fred, não sei se prefiro tempestades a bonanças. As tempestades são mais belas, e não são estáticas - eis o porque as amo. Mas as calmarias são necessárias para que a alma descanse e encontre ainda mais beleza na mobilidade da vida. Um abraço.:)

      Excluir
  3. Nem toda nuvem é tempestade. Te amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nem toda tempestade precisa de nuvens...e o mais certo de todas essas colocações é: Também amo você, nas chuvas,tempestades e calmarias.SEMPRE. <3

      Excluir