terça-feira, 31 de outubro de 2017

"Raros!"

Totalmente loucos,
Resolveram estar juntos
E, imperfeitos um para o outro
são felizes no presente!
Sem a eternidade do “para sempre”
Livres!   límpida força pungente...
Porque perfeição é conceito precário
Pois o natural é vário
e o amor um encontro de  raros...#
essa imagem merecia um poema,vc não acha? =D
*Poema de Outubro de 2011.
Sem tanta métrica ou estética, ainda é meu poema  favorito.
Entre as coisas mais bonitos da vida, estão os amores raros, desiguais e únicos.
Sem eles, a vida seria ordinária.O tempo, ordinário.
E até o poema teria menos belo.

LUZ!

23 comentários:

  1. Prezada Jaci, agradeço a gentileza do comentário em meu blog!Muito bom o que você escreve! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Sem promessas vazias de eternidade, apenas com todo o comprometimento do agora, um passo e um voo de cada vez.

    =)

    Sim, eu acho que a imagem mereceia um poema, gatona, e ganhou um lindo demais, à sua altura.

    Beijos, beijos, beijos!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo a imagem.O poema e muito bonito. O importante é ser feliz. Beijos e ótimo começo de semana.

    ResponderExcluir
  4. Cristiano ...Obrigada, teus escritos é que são um verdadeiro encanto. Sempre que quiser, serás bem vindo, a casa é sua! =)

    ....

    Luna! - Ha, sim, estes loucos estão sendo felizes agora, entendendo da precariedade da vida,alternando entre o momento de voar e de caminhar...Uns bichinhos sábios,né? =)
    Ha...#) Que bom que o elogio é de tu, a quem o talento transborda de todos os jeitos!
    Bezu bem grandão!!! =**

    .....

    Smareis! achei também, fiquei contemplando e pensando nas lições que a imagem por sí, nos passa. O importante é mesmo ser feliz, afinal de contas, nem o espelho é idêntico, uma vez que reflete o inverso. Beijão,boa começo de semana pra vc tbm. =***

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de compartilhar isso com você

    ÉS-CADA

    És-cada degrau ascendente
    Espiralado, anelado, degrau-dado;
    És-cada em cada e um
    És-cada, és-cada... – Sum!
    És-quina, és-tensão,
    És-tinta, és-citação.
    És-barro em ti obra-una
    És-poente, és-a-luna!
    És-cama, pele, és-terna
    És-quadro, forma erma
    És-trato, essência, és-uma,
    És-paço, incenso, em suma,
    És-palha, monturo, és-toque,
    És-ato, um fato, enfoque.
    És-mola, és-tola, sacrée
    És-fera, és-touro, és-t
    És-mar, és-tela, és-cultura
    És-ala, és-curso, és-cura.

    V. Cantuário

    ResponderExcluir
  6. mas o que é a vida se não uma sucessão de 'agoras'? De pq eu deveria ou não ?
    não é no 'já" que escrevemos o futuro?
    lindo isso, lindo e reflexivo. Gosto muito

    Artur

    ResponderExcluir
  7. Victor...Estou a pensar...seria a coincidência do nome ou o poeta é o mesmo,mesmo? =)
    Se o for,vou ficar feliz. De toda forma, é bom ter vc por aqui!A poesia que compartilhaste é LINDA!Afinal,somos a composição de versos e conceitos múltiplos!
    Beijo! ;)

    .........

    Artur! Verdade...o agora é a terna idade...de ser essência...e o futuro é só um "agora-que-ainda-não-veio". =D

    Obrigada, tua opinião é sempre um acréscimo por aqui. =) beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi, querida
    Lindo! "Que seja eterno enquanto dure..."
    O futuro está tão próximo que quase não há limite. Vivamos pois o presente intensamente.
    =)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. (quanto ao post da Luna)
    Nada justo vc ter salvação, e eu não! Intuiu a mesma lição que eu kkkkkkkk
    estamos todos condenados então kkkkk

    ri com seu comentário por lá, respondi para vcs duas la hehehehe !

    beijos,
    Artur

    ResponderExcluir
  10. Carência faz dessas coisas. Olha que fofo a carinha do macaquinho, sabem definir a entrega sem esperar nada em troca. O amor tem dessas coisas, os opostos se atraem.bjos.

    ResponderExcluir
  11. Belo jogo o teu com as palavras...

    Lindo teu post!

    ResponderExcluir
  12. Zélia...não seria o presente o futuro de outrora? E se é, o instante é o tudo,o passado,o presente e o agora!
    E o que importa mesmo, é ter amor,pq este sim,nos faz feliz! =) beijo grande =*

    ..........
    Artur!

    aimeuDeusdocéu,Artur!-Que gafe que eu cometi! #)
    Mas, eu não quis dizer que vc não tinha salvação...foi só uma brincadeirinha rsrsrs
    Até pq, alguém q escreve de modo tão perceptivo e irônico e lê filosofia tem um pedaço do céu já dentro de sí (agora eu aliviei,né? =D)

    Eu postei lá pela Luna tbm o comentário, em sua mais que legítima defesa,tá? Beijo =**

    ..........

    Simone...acho que todo mundo é 'carente' de amor,se tomarmos a palavra carência como necessidade de afeto. Achei linda a expressão do Macaquinho tbm..."O amor é benigno",disse o profeta...quer uma carinha mais terna?
    Um beijo grande, seja muito bem vinda ao blog!!!! =*

    .......

    Mailson...obrigada! Em que pese a foto sozinha já seja um poema, foi impossível não poetizar.
    Um beijo! =)

    ResponderExcluir
  13. clap clap clap... Que obra!
    Meus parabéns!

    Então, queria agradecer pelo seu comentário e que já estou te seguindo. Também possuo um campo para seguidores, do lado direito do blog.

    Até mais!
    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  14. Eu tinha certeza de que o Artur tinha vindo aqui, fazer a linha "injustiçado"...ahahahahaha

    Que figura esse guri...adoro!

    =**

    ResponderExcluir
  15. Thiago...Obrigada! Quanto à indicação de seguidores, acho que a página não está completando, mas uma hora dessas ela completa e eu consigo, pq teu blog vale à pena,mesmo mesmo.
    Até mais! =)

    ..........

    Luna...pois é, o Artur veio e deixou a tinta rubra escorrendo por estas faces aqui! Que indelicadeza,a minha! #)
    rsrsrsrs
    Mas já devidamente corrigida rsrsrs =D
    Beijo beijo =***

    ResponderExcluir
  16. Lin-do! Lin-do! Lin-do!

    Eeeei, melhor amiga! Hoje é o Dia do Poeta... E como és minha poetisa preferida... Não poderia esquecer de ti, né?

    Viva a ironia, os amores, o cotidiano, a dor, a alegria, a arte... A poesia... Os poetas e as poetisas!

    Amo-te!

    ResponderExcluir
  17. Melhor amiga linda! Que bom te ver aqui! Tu és um orgulho de poetisa, o dia é teu tbm,parabéns! E viva às todas as nossas vivências, dos amores bem e mal vividos,às lágrimas e sorrisos,a todo o sentimento que nos habita, e que compartilhamos pelo nosso lindo laço de amor, que é a nossa amizade.Eu te amo muito,há mais de milhões e milhões de anos! =) =***

    ResponderExcluir
  18. Que lindo! Adorei. E parabéns pelo Dia do Poeta. Não deixe a poesia morrer em ti. Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Natália,muito obrigada! Feliz dia da poeta para ti tbm!
    Digo amém à tua aspiração: Que a poesia não morra nunca!!! Dentro de mim,de ti e de todos que vêem a vida com olhos de emoção. Um beijo grande! =**

    ResponderExcluir
  20. Oi, amadinha!

    Não encontrei o teu post novo, então voltei a esse aqui pra te parabenizar pelo Dia do Poeta e deixar um beijo de dois andares.

    =D

    ResponderExcluir
  21. Oi sua linda! Poxa, quis pôr para rascunhos para melhora-la(afinal,a homenagem é para figuras queridas e mto talentosas - Vocês!)- aí a hora foi passando e tive de ir pro meu curso,sem conseguir postar novamente. Aí,não teve jeito. Vou postá-lo no dia da poesia ano que vem.
    Maaaaas agora fica o meu beijo do tamanho de um arranha céu em tu, de feliz dia do poeta! =)=*

    ResponderExcluir
  22. O amor é mesmo um encontro de raros... Acho que preciso de um encontro desses para ontem!

    ResponderExcluir
  23. Renato Russo bem disse: "E eu digo: - Ha, Leila, eu tbm...!" rsrsrsrsrs

    Só mudo o nome neste caso...em vez de Leila, ponho o teu,xará. ;)

    Beijãozão. =)

    ResponderExcluir