quinta-feira, 8 de março de 2012

"Mínimo?"



Não me vejas partir de tua retina
meu sorriso quer te ter
Mas a vida ensina...é sina
precipita e faz chover...

Vais mesmo deixar-me  ir embora?
sem pedir ao trem-destino uma chance?
sigo adiante...sem demora
e talvez saia do teu alcance...

Poema mínimo
- dois sem história pra contar?
linhas em desalinho...
outro caminho ...outro luar... 

 Então ...é game over!
overdose silente...enganosa calmaria
veja como somos fortes! - evitamos sofrer
'sábios-idiotas' cobertos de covardia....#

2 comentários:

  1. é Larinha...o amor é uma força impetuosa...e quem não embarca...perde a essência desse sentimento...é fato.

    ResponderExcluir