terça-feira, 13 de dezembro de 2011

"Olhar-te"

Foto: Saulo Nunes, do blog http://trocandolhares.blogspot.com

Olhar-te
É como, em sendo abelha
Pousar na flor mais seca
Pelo encanto de anterior beleza
Feito estar em primavera
Com paisagens de outono
Tal o desencanto
Que reside nesta triste
Contemplação....
Olhar-te
É pedir à vida que renove o ciclo
Apague a cicatriz da ferida
Esquecendo todo o vício
Que a papoula traz
É a cada instante
Reafirmar o “nunca mais”!!! #

9 comentários:

  1. As vezes numca mais é uma benção de Deus...

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Saulo...obrigada! A imagem tbm é linda, uma poesia por sí só...Beijoo! =D

    .......................

    Fabiano...que saudade de vc aqui!bjs =D

    .......................

    Aclim...certamente! Providência,presente, benção...tudo D`ele.
    Nem sempre o que a gente queria era receber este presente,mas aí, com a sua sempre linda sabedoria, papai do céu nos sopra o vento da paz e faz entender a benção...
    Um beijo grande,querida. =*

    ResponderExcluir
  3. "É como tocar o mesmo violão
    e nele compor uma nova canção..."


    Perfumou a minha tarde, guria!

    Beijos cheios de carinho.

    ResponderExcluir
  4. ôô, e como, flor! Uma canção "que fale de amor,e que toque mais forte..." =)

    QUe bom que perfumou a tua tarde! Uma das coisas que me deixa mais feliz é saber que fiz alguém querido sorrir, daí do outro lado. =D

    Beijo =***

    ResponderExcluir
  5. Oi Ruivinha, obrigada você! Feliz que tenha gostado da foto =.)

    Beijo querida

    ResponderExcluir
  6. Bom dia.
    Desculpa o incomodo, mas venho hoje pedir que olhe com carinho meu blog de resenhas literárias, o O Leitor.
    Se puder fazer parte, agradecemos.

    Obrigada e uma ótima quinta-feira. Beijos,

    Pamela.

    ResponderExcluir
  7. Saulo...de fato,gostei mto.Como algumas outras fotos que vc tira, que transpiram o teu olhar.Beijo!=*

    .....

    Pamela...visitei o blog, achei interessante a iniciativa,vou acompanhá-lo.
    Beijo!

    ResponderExcluir